Login com o Facebook

Home > Volei > Levantadora pede dispensa e aumenta problemas em seleção de vôlei feminino

Levantadora pede dispensa e aumenta problemas em seleção de vôlei feminino

Fonte: Volei Org em 4/05/2015
  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp
Fabiola defende atuamente o Dinamo Krasnodar, da Rússia

Horas depois de anunciar as jogadoras convocadas para a temporada 2015, o técnico José Roberto Guimarães recebeu uma péssima notícia sobre o futuro da seleção brasileira de vôlei feminino. A levantadora Fabíola (Dinamo Krasnodar-Rússia), que havia sido chamada, alegou motivos pessoais e pediu dispensa.

"Fico muito feliz de ter sido mais uma vez lembrada para a seleção, e isso é sempre motivo de muito orgulho. Mostra que mesmo longe o meu trabalho vem sendo acompanhado e que estou no caminho certo. Mas, neste momento, preciso cuidar de algumas questões pessoais e somente por isso estou pedindo dispensa. Já conversei com o Zé Roberto e em breve espero estar de volta para quem sabe ajudar na caminhada rumo a mais um ouro olímpico", escreveu Fabíola em nota oficial.

Em 2012, a levantadora havia sido cortada por Zé Roberto pouco antes da convocação para os Jogos Olímpicos. O treinador preferiu levar Dani Lins, que foi titular, e Fernandinha.

"O corte da Fabiola foi traumático, e nós precisamos ter definição ali. Conversamos depois porque ainda mexia muito com a cabeça dela. Eu disse a ela que é uma pessoa extremamente boa para o grupo, que se dedica ao máximo. Para mim, ela precisa ser mais forte quanto à personalidade como levantadora", disse Zé Roberto em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

A lista atual de Zé Roberto tem 33 jogadoras (20 foram anunciadas nesta segunda-feira, e 13 já haviam sido chamadas). Além de Fabíola, ele convocou as levantadoras Dani Lins (Molico/Nestlé), Ana Tiemi (CSM Bucaresti-Romênia), Juma (Pinheiros-SP), Macris (Pinheiros-SP) e Roberta (Rexona/Ades-RJ).

Entre elas, Dani Lins, 30, é titular indiscutível; Ana Tiemi tem 27, mas pouca rodagem como dona da posição na seleção; Macris, 26, foi eleita a melhor da posição na última Superliga, mas é ainda mais crua na equipe nacional; Juma (22), que trocou o São Cristóvão Saúde/São Caetano pelo Pinheiros, não é titular indiscutível nem no novo clube. Roberta também não – a levantadora do Rexona/Ades é reserva de Fofão, que vai se aposentar após o término da atual temporada.

Como o grupo será dividido entre a fase final do Grand Prix e os Jogos Pan-Americanos, Zé Roberto terá de usar como titular em uma das competições uma levantadora com pouca experiência na equipe nacional – Fabíola, 32, provavelmente dividiria espaço com Dani Lins.

Esse é apenas um dos problemas que o treinador terá de administrar na atual temporada. A oposto Sheilla e a central Fabiana, capitã da seleção, não foram sequer convocadas – o treinador disse que a decisão se deve a questões físicas e que as duas serão incorporadas ao grupo em agosto.

Além disso, a central Bia e a líbero Suelen, ambas do Sesi-SP, não assinaram uma ficha de elegibilidade para os Jogos Pan-Americanos. Zé Roberto entendeu isso como uma recusa, e as duas foram retiradas da convocação.


SEGUIR VOLEI

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...