Login com o Facebook

Home > Fotografia para Iniciantes > Getty Images concede Bolsas Criativas de US$20.000 a três fotógrafos emergentes por histórias LGBTQ+

Getty Images concede Bolsas Criativas de US$20.000 a três fotógrafos emergentes por histórias LGBTQ+

Fonte: Papo de Fotógrafo em 2/07/2019
  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp

Getty Images, líder mundial em comunicações visuais, nomeou três beneficiários de sua bolsa global bianual, intitulada LGBTQ + Stories, com cada fotógrafo recebendo doações únicas de US$10.000, US$7.000 e US$3.000, para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente. Como parte da missão global da Getty Images voltada para mover o mundo com imagens, a Bolsa busca elevar o trabalho de criativos emergentes, bem como promover um mundo mais visualmente inclusivo, incentivando os artistas a usar seus talentos para criar histórias visuais inclusivas. Pela primeira vez, a Bolsa Criativa do Getty Images centrou seu foco em conteúdos que celebram a vida e as narrativas das comunidades LGBTQIA +.

“Estamos entusiasmados em reconhecer Vaughan Larsen, Myles Loftin e Texas Isaiah como três fotógrafos emergentes incrivelmente talentosos que estão usando ativamente sua criatividade para capturar e celebrar a comunidade LGBTQIA +”, disse Andy Saunders, diretor do programa de bolsas de estudos e vice-presidente sênior da Getty Images de conteúdo criativo. “Nossa missão é mover o mundo com imagens e o LGBTQ + Stories pretende fazer exatamente isso – celebrando as narrativas visuais dessas comunidades e, por sua vez, criando uma representação mais realista e inclusiva do mundo em que vivemos.”

Em reconhecimento ao 50º aniversário da Stonewall Riots, em Nova York, a Getty Images anunciou formalmente os vencedores em eventos com o objetivo de destacar o movimento LGBTQIA + nas últimas décadas e explorar simultaneamente o que está por vir, bem como o que deve ser feito para incentivar ainda mais a narrativa visual diversa e autêntica em todo o mundo. Todos os três estavam presentes, junto com amigos e familiares.

Vaughan Larsen, um jovem artista baseado em Milwaukee, Wisconsin, que explora questões de identidade e relacionamentos no cruzamento da cultura queer, levou o primeiro prêmio com sua série Rites. Além de receber seu Bacharel em Belas Artes com ênfase em Fotografia e Imagem da Universidade de Wisconsin Milwaukee em maio de 2019, Larsen recebeu recentemente o Prêmio Estudantil SPE 2019 para Inovações em Imagem, bem como o Subsídio Grilled Cheese Especial para depois de 2019 e a Bolsa Joy of Giving 2017-2018 da Imaging America / Conselho do Milênio da Casa Branca.

Vaughan Larsen/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient
Vaughan Larsen/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient
Vaughan Larsen/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient

Em Rites, Larsen pretende mudar percepções e elevar a consciência: “Meu objetivo para este projeto era mostrar às pessoas fora da comunidade LGBTQ + a perspectiva de viver como uma pessoa queer, onde você não é tão bem-vindo a participar da imagem típica de O sonho americano.”

O segundo lugar da Bolsa Criativa foi para Myles Loftin, uma fotógrafa nova-iorquina que estuda fotografia na Parsons School of Design. Buscando influenciar mudanças positivas, o trabalho de Loftin abrange retratos, documentários e fotografia de moda, muitas vezes explorando temas relacionados à negritude, identidade e representação de indivíduos marginalizados.

Myles Loftin/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient

Premiado em terceiro lugar, Texas Isaiah é um narrador visual baseado em Los Angeles, São Francisco, Oakland e Nova York, cujo trabalho convida indivíduos LGBTQIA + negros a participarem do processo fotográfico. Através de um esforço coletivo, ele pretende examinar a importância do legado, do autoempoderamento, da justiça emocional, da proteção e da topofilia e, idealmente, deixar de lado as narrativas dominantes.

Texas Isaiah/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient
Texas Isaiah/ Getty Images Creative Bursary 2019 recipient

Todos os três vencedores foram convidados a licenciar seu conteúdo premiado através do GettyImages.com, a uma taxa de 100% de royalties para imagens criadas dentro do projeto proposto.

Eles também receberão orientação e mentoria contínuas de um dos premiados diretores de arte da Getty Images, bem como um recurso futuro no website da Creative Insights da empresa.

As inscrições foram julgadas por um painel de especialistas do setor, incluindo Kimberly Drew, fundadora da Black Contemporary Art; Tony Moxham, diretor de arte e artista de cerâmica da Mt Objects e Cerámica La Mejor; Eric McNatt, um fotógrafo de retratos cujo trabalho foi apresentado na revista The New York Times Style entre outros; Ryan Pfluger, artista queer e fotógrafo; Laurence Philomene, fotógrafa não-binária, diretora e curadora que explora gênero e identidade; Jess T. Dugan e Vanessa Fabre, artistas visuais que juntos exploram questões de identidade, gênero, sexualidade e comunidade em suas obras.

Desde o início do programa Getty Images Grants em 2004, a Getty Images doou mais de US$1,5 milhão para fotojornalistas e fotógrafos criativos, ampliando seu compromisso com o ofício da fotografia e chamando a atenção para histórias importantes que, sem financiamento, podem permanecer invisíveis.

O post Getty Images concede Bolsas Criativas de US$20.000 a três fotógrafos emergentes por histórias LGBTQ+ apareceu primeiro em Papo de Fotógrafo | Um bate-papo descontraído sobre Fotografia!.

SEGUIR FOTOGRAFIA PARA...

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...