Login com o Facebook

Home > Beleza e Bem Estar > Micose de unha: tire suas dúvidas sobre o tratamento

COMENTÁRIO DO EDITOR
" Hoje eu trouxe uma dica interessante. Você sabia que o linkedin agora tem espaço para os profissionais escreverem artigos e publicarem? Pois é, muito interessante. A maior parte das conexões que tenho estão usando e abusando dessa ferramenta e então eu também decidi republicar os meus textos nessa plataforma, aumentando ainda mais o alcance deles. Há uns dois dias eu subi um artigo sobre micose de unha. Acho que vale a pena ler! Aproveitem! "

Micose de unha: tire suas dúvidas sobre o tratamento

  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp

Alguns fatores podem fazer com que essa dermatite demore mais tempo para ser curada

 

A micose de unha é uma dermatose incômoda e antiestética que afeta os pés, principalmente, mas que pode também estar presente nas mãos. Trata-se de uma infecção por fungos que se alimentam da queratina, presente na pele e unhas. Em geral, o paciente primeiro adquire a micose na planta dos pés e, após um período variável de tempo, devido às condições favoráveis para o desenvolvimento desses fungos (sapatos fechados tornam o ambiente quente e úmido), eles acabam por atingir também as unhas.

O problema em relação a essa doença é que o tratamento é longo (média de 12 meses para os pés e quatro meses para as mãos) e os resultados demoram a serem percebidos, levando muitas pessoas a desistirem de se tratar. Além disso, alguns pacientes apresentam condições que dificultam o seu tratamento, o que prolonga ainda mais este período. Elaboramos este post com dicas do que fazer para evitar a reinfecção e sinais de que a sua micose de unha é de tratamento mais complicado.

 

Leia na íntegra no link abaixo:

 

https://www.linkedin.com/pulse/micose-de-unha-tire-suas-d%C3%BAvidas-sobre-o-tratamento-tatiana-gabbi

SEGUIR BELEZA E BEM ESTAR

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...