Login com o Facebook

Home > Beleza e Bem Estar > Filtros solares biodegradáveis

COMENTÁRIO DO EDITOR
" O verão está chegando e falar de filtros solares é fundamental. Separei esse artigo que fala sobre filtros solares biodegradáveis. Espero que gostem! "

Filtros solares biodegradáveis

Fonte: Dermatologia e Saúde em 19/10/2015
  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp

filtros-solares-biodegradaveis-dermatologia-e-saude-350x300Filtros solares biodegradáveis são produzidos com substâncias menos nocivas para a natureza. Alguns locais turísticos já regulamentam o seu uso

Na verdade, a definição ideal para eles seria biocompatíveis, pois estes filtros solares são livres de produtos que podem causar danos ao meio ambiente, sendo dissolvidos e incorporados ao ecossistema.

Para fabricar um fotoprotetor biodegradável usam-se substâncias minerais que não agridem a natureza, geralmente óxido de zinco e dióxido de titânio. Esses dois componentes já são comuns na natureza, e se misturam à areia, sem alterar a sua composição.

Mas quando se faz um produto totalmente sem óleo, somente com dióxido de titânio, por exemplo, consegue-se uma pasta d’água, que não é muito fácil de espalhar na pele.

O filtro solar é um creme, que é feito, como todos os cremes, como uma receita de maionese: Necessita de um pouco de óleo para ficar “macio”. O problema é que a maioria dos óleos é nociva à natureza, e quando se dissolvem do creme, ficam boiando na água, prejudicando a vida marinha e os recifes de coral.

Os fotoprotetores biodegradáveis, ou biocompatíveis, tentam usar uma quantidade pequena de óleos, utilizando principalmente os de origem mineral, pois os de origem vegetal são mais difíceis de estabilizar na fórmula e têm o prazo de validade mais curto.

Alguns locais turísticos, como Cancún, já regulamentam o uso desses filtros solares, e proíbem o uso dos outros, não biodegradáveis. Normalmente eles são um pouco mais caros também, e vêm com um aviso na embalagem. No Brasil já existem algumas boas marcas à venda.

Os filtros solares biodegradáveis, ou biocompatíveis, não costumam causar alergias em pessoas com a pele mais sensível. Também são mais seguros para crianças.



Dra. Maria Silvia Kós CanettiDra. Maria Silvia Kós Canetti
Médica Dermatologista
CRM-SP 86469 | RQE 26.254

Outros artigos deste colunista zoom in

 


O post Filtros solares biodegradáveis apareceu primeiro em Dermatologia e Saude.

SEGUIR BELEZA E BEM ESTAR

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...