Login com o Facebook

Home > Beleza e Bem Estar > Dieta e cabelo: podem ser aliados ou inimigos. Qual das opções você escolhe?

COMENTÁRIO DO EDITOR
" Sua avó e sua mãe sempre insistiram para você comer direitinho e de tudo, para crescer forte e saudável e ficar com a pele, cabelos e unhas bonitos! E não é que elas tinham razão? O artigo de hoje fala sobre esse assunto "

Dieta e cabelo: podem ser aliados ou inimigos. Qual das opções você escolhe?

  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp

É importante entender que os cabelos precisam de substrato para crescer, pois dependem de células com metabolismo muito elevado, ou seja: que se dividem sempre e muito! Portanto, requerem energia e um bom suprimento de nutrientes. A deficiência nutricional entre aqueles que fazem dieta sem supervisão é altíssima e a chance de ter problemas como a queda de cabelo aumenta quando a restrição é acentuada ou após procedimentos médicos, como a cirurgia bariátrica em obesos mórbidos.

 cabelos

Veja a seguir o papel de alguns nutrientes neste processo:

Ferro: Na literatura médica, a falta de ferro está relacionada desde sempre à queda de cabelos, mas não necessariamente está presente sempre que os cabelos caem. Ou seja, ele é um nutriente importante em todo este processo mas nem todo mundo com queda de cabelos irá se beneficiar da suplementação de ferro: é preciso fazer exames de sangue para determinar se isso está ou não acontecendo e, só então, o médico irá decidir a melhor forma de fazer este tratamento.

 

Zinco, cobre e selênio: Estes são outros minerais que contribuem para a saúde dos cabelos e sua deficiência pode prejudicar seu crescimento e até provocar queda, falta de brilho e descoloração. São antioxidantes e, portanto, protegem o nosso organismo contra os radicais livres que surgem diante da exposição ao sol, tabagismo e envelhecimento. Os radicais livres estão associados à diminuição da quantidade e da qualidade dos fios de cabelo. Além disso, o selênio e o cobre desempenham um papel fundamental na produção e na estabilização de queratina, a proteína que forma a pele, unhas e cabelos.

Ômega 3: Os ácidos graxos insaturados de cadeia longa, dentre eles o famoso ômega 3, também parecem estar associados ao bom funcionamento dos folículos. Crianças que foram submetidas à dieta parenteral sem suprimento dessas gorduras tiveram perda de cabelo e despigmentação. Essas gorduras são fundamentais para o equilíbrio das membranas das células e também para formação da barreira cutânea.

Aminoácidos: Substâncias como a cisteína e a metionina são ricos em enxofre e participam do metabolismo do ferro, tornando-o mais disponível para a produção de queratina. São, portanto, fundamentais na síntese dessa proteína.

Vitaminas: Vitamina Avitaminas do complexo Bvitamina C, vitamina E e vitamina D também são importantes para a metabolismo. O complexo B é fundamental na síntese proteica e no metabolismo energético. As vitaminas C e E são antioxidantes potentes e já vimos que os radicais livres podem afetar e comprometer a saúde dos cabelos.

 

 

 

 

Leia esse artigo na íntegra aqui

SEGUIR BELEZA E BEM ESTAR

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...