Login com o Facebook

Home > Beleza e Bem Estar > Calvície masculina - o que fazer para tratar?

COMENTÁRIO DO EDITOR
" A alopecia androgenética, também conhecida como calvície masculina, é a maior causa da perda dos cabelos nos homens.Essa doença tem bases genéticas, sendo mais comuns em descendentes de europeus! Ainda são poucos os homens que procuram tratamento. Quer entender mais sobre essa doença? Leia o artigo que selecionei hoje! "

Calvície masculina - o que fazer para tratar?

  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp

Sabemos que as manifestações clínicas da calvície masculina são variáveis e os primeiros sinais podem surgir já na adolescência, com alguns padrões característicos de perda dos cabelos. As "entradas", conhecidas por "alopecia androgenética de padrão bitemporal", constituem a manifestação inicial. Na sequência, ocorre a perda no vértex (topo da cabeça) e na região mediana, preservando o cabelo da área occipital (mais próxima ao pescoço).

O hormônio di-hidrotestosterona ou DHT pode ser produzido a partir da testosterona circulante, em uma reação química possível graças a uma enzima (proteína que acelera reações químicas) chamada 5-alfa-redutase. A DHT é cinco vezes mais potente que a testosterona e é o hormônio chave no surgimento da alopecia androgenética. O fato de que os receptores para este hormônio não se encontrarem distribuídos igualmente em todo o couro cabeludo explica os padrões de perda de cabelos.

A miniaturização dos fios é o que leva ao desaparecimento do cabelo em determinada região. No entanto, o exato mecanismo envolvido permanece desconhecido, acredita-se que os hormônios masculinos, através de sua ligação com os receptores localizados nos pelos, levem a uma alteração do crescimento.

calvicie

Leia mais sobre as opções de tratamento no artigo original.

SEGUIR BELEZA E BEM ESTAR

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...