Login com o Facebook

Home > Anime > Entrevista com Sakae Esuno, autor de Mirai Nikki

Entrevista com Sakae Esuno, autor de Mirai Nikki

Fonte: Elfen Lied Brasil em 16/07/2015
  • Seguir
  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • Compartilhar pelo WhatsApp
Autor fala do seu atual mangá, Big Order, e de suas outras obras. 
Sakae Esuno, famoso pelo seu mangá Mirai Nikki que foi um grande sucesso em repercussão na sua publicação original, e voltou aos holofotes em sua reta final com a adaptação do anime, principalmente aqui no ocidente. Nessa entrevista ele se mostra bastante comedido e diplomático, evitando uma postura dúbia ou qualquer comentário que deponho contra aqueles envolvidos na publicação de seu mangá ou adaptação de suas obras – postura muito comum em grande parte dos japoneses, motivo pelo qual é bem mais interessante ver entrevistas de polemistas. Isso se torna claro quando ao ser questionado sobre censura, ele diz que está de acordo com a imposta sobre o anime de Mirai Nikki, mas não a acha correta em relação a outros animes...(?). Enfim, fiquem com a entrevista.

***
Fonte original: Koi-nya

P: Anteriormente você comentou que realmente gosta muito do anime de Evangelion e Ningyo no Mori (manga de Rumiko Takahashi). Como essas duas obras influenciaram em Mirai Nikki? Existe alguma outra obra que te serviu de inspiração? 

Esuno: Sim, ambas influenciaram em Mirai Nikki, mas explicar como é muito difícil porque são muito diferentes. Agora não me ocorre nenhuma outra. 

P: Este ano marca o quinto aniversario desde que finalizou a publicação do mangá de Mirai Nikki no Japão, e desde então tem havido vários projetos relacionados. Veremos algo novo em breve? 

Esuno: É verdade, como o tempo voa. De momento eu não tenho nada de concreto planejado, embora eu adoraria fazer algo novo relacionado a Mirai Nikki. 

P: Na historia de Mirai Nikki acontecem muitas coisas. Será que o roteiro estava fechado desde o início? 

Esuno: Desde o principio eu tinha um esquema básico onde estabeleci alguns pontos para ir fechando arcos da história, mas enquanto eu desenhava e escrevia foram me ocorrendo outras coisas e idéias que fui adicionando, ainda que a idéia geral tenha permanecido a mesma. 

P: Existe alguma coisa que você teve que recortar e atualmente, lendo novamente o mangá, acha que teria gostado de incluir? 

Esuno: Eu não escrevo o mangá sozinho, minha editora (que estava ali sempre presente) tinha que revisar a historia dos capítulos antes que fossem publicados. Claro que me ocorriam algumas coisas, mas no final não as incluímos porque consideramos que não eram adequadas e creio que assim está bem. 

P: Em 2011, um ano depois de finalizar o mangá, Mirai Nikki contou com um anime de 26 episódios produzidos pelo estúdio asread. Você assistiu ao anime? Considera que foi uma boa adaptação do seu mangá?

Esuno: Sim, eu o vi inteiro e participei em algumas reuniões da staff para falar sobre como deveria ser a adaptação e colaborar para sua organização. Creio que foi uma boa adaptação. Para ser sincero, foi melhor do que eu esperava e eu fiquei satisfeito com o resultado final. 

P: Falando um pouco mais sobre o anime de Mirai Nikki, o que você acha sobre algumas cenas que foram censuradas? Teria preferido que fosse tudo explícito? E a censura, em geral, nos animes? 

Esuno: Pessoalmente, penso que em Mirai Nikki foi adequado censurar algumas cenas porque eram muito fortes e desagradáveis, embora em outros animes eu ache que não é certo ou necessário fazê-lo. Devo admitir que, apesar de que desenho o mangá e escrevo esses elementos, a verdade é que eu não gosto de obras assustadoras. 

P: Em outubro deste ano (2015) sai o oitavo volume de Big Order, mangá que atualmente está em publicação, e incluirá um OVA. O que você pode dizer sobre isso? Você acha que será o epilogo para futuros projetos animados? 

Esuno: O OVA será interessante e espero que agrade aos leitores do mangá. Por enquanto não há nada de concreto para futuras adaptações, mas eu gostaria muito que tivesse mais anime. 
Cover de Big Order - sim, eu sei o que você pensou. Se dissesse que é de Mirai Nikki não se notaria muita diferença

P: Você já pensou como será o final de Big Order e com quantos volumes irá encerrar? 

Esuno: Sim, tenho pensado em como será o final da história. Em relação a volumes eu planejo que seja menos que Mirai Nikki (nota: possui 12 volumes), mas agora não posso dizer o número porque não tenho certeza. 

P: Assim como Mirai Nikki surgiu durante o boom de Death Note, em Big Order há poderes “JoJo style” (Jojo’s Bizarre Adventure). A obra de Hirohiko Araki tem influenciado um pouco na sua história? 

Esuno: Oooh, Jojo! A verdade é que eu amo Jojo e sou um grande fã do mangá *risos*, mas influenciou apenas ligeiramente. Muitas outras obras do mesmo estilo também contribuíram para o trabalho. 

P: Antes de Mirai Nikki você publicou profissionalmente Hanako to Guuwa no Tera. O que pode nos dizer sobre esta obra? 

Esuno: A história é sobre lendas urbanas do Japão e um detetive que investiga casos sobrenaturais, ainda que ao final acabe sendo mais um mangá de terror do que de detetive. 

P: Uma pergunta pessoal; como é ser mangaka? Se voltasse a ser jovem antes do seu debut (15 anos), voltaria a se tornar um mangaka ou preferiria fazer outra coisa? 

Esuno: Ser mangaka é estar muito ocupado e deixa muito pouco tempo para se dedicar a outras coisas. Eu gosto de criar obras, então acredito que me dedicaria a algo parecido. Também poderia ser assistente de desenho, por exemplo. 

Fonte: Koi-nya

***
Temas Relacionados
-Para Watanabe, se Zankyou no Terror não Vendeu, a Culpa é de Quem não Comprou
-Entrevista: Para Junji Ito, o Terror Deve ser Feio
-O Mundo Descontente de Inio Asano
-Making-of Magic Knight Rayearth – CLAMP Entrevista

Curta o Elfen Lied Brasil no Facebook
SEGUIR ANIME

Acompanhe as outras novidades e conheça a galera que faz parte deste assunto.

COMENTÁRIOS



Carregando Comentários...